Infecção pelo HTLV em descendentes Okinawanos, Brasil Central

 

A prevalência de infecção pelo HTLV I/II estimada entre imigrantes okinawanos era estimada em cerca de 10% na década de 80, enquanto entre doadores de banco de sangue, fica em torno de 0,2% no estado de Mato Grosso do Sul. Objetivos: O presente estudo propõe-se a atualizar as estatísticas de prevalência do HTLV, bem como a identificar os subtipos circulantes na população de okinawanos e descendentes, além de investigar alterações hematológicas, neurológicas e coexistência de parasitoses intestinais. Métodos: Após sensibilização da população – alvo sobre a prevalência do HTLV e suas manifestações clínicas, será coletada amostras de voluntários a participar da pesquisa, através de coleta de amostra de sangue para realização de sorologia para HTLV I/II, tipagem e subtipagem do HTLV por técnica de biologia molecular. Resultados esperados: Obter prevalência atualizada e o perfil molecular da infecção por HTLV na comunidade okinawana de Campo Grande-MS.