Infecções pelos Vírus das Hepatites B e C: Aspectos Epidemiológicos e Moleculares em profissionais do sexo de Campo Grande, Brasil Central

 

A proposta deste estudo é avaliar a prevalência, os fatores preditores e os genótipos dos vírus das hepatites B (HBV) e C (HCV) em mulheres e homens que se prostituem em Campo Grande, Mato Grosso do Sul. Para tanto, serão recrutados 250 mulheres e 250 homens profissionais do sexo que se prostituem em Campo Grande-MS. Todos serão entrevistados sobre fatores de risco, e amostras sanguíneas serão coletadas para detecção de marcadores sorológicos do HBV (HBsAg, anti-HBs e Anti-HBc total) e HCV (anti-HCV) pelo ensaio imunoenzimático. Amostras reagentes ao HBsAg e anti-HCV serão genotipadas. Acreditamos que essas informações fornecerão subsídios para o melhor entendimento da participação desses profissionais do sexo na disseminação destas viroses em nossa região, bem como para se estabelecer a situação de base para posteriores análises da efetividade de medidas de intervenção que provoquem mudanças de comportamento entre os profissionais do sexo e criem oportunidades para que medidas de prevenção como a vacinação contra a hepatite B sejam efetivadas nesse grupo que apresenta vulnerabilidade individual, programática e social.